Dica de foto: fotografando fogos de artifício

As festas de fim de ano geralmente são marcadas pela comemoração com fogos de artifício. Um excelente momento para quem gosta de fotografia de longa exposição. A dica de hoje é sobre como obter o melhor daqueles poucos minutos em que o céu fica colorido. Uma das coisas mais importantes é ter junto um tripé, pois sua câmera não poderá se mexer durante os clicks dos fogos. Caso contrário sua imagem ficará tremida.

Na máquina, é necessário colocar no modo manual. O foco também vai precisar estar no manual. É noite, o céu estará escuro. Se o seu equipamento tiver indicador de foco use-o. O ISO deve ser o mais baixo possível (100 ou 200). Já a abertura pode ficar em um número intermediário. Em ƒ/11.0 o resultado costuma ser bom, porém, é possível usar ƒ/8 e até mesmo ƒ/5.6. Quanto à velocidade, 15 ou 30 segundos são suficientes.

Estes ajustes são pontos de partida. Você pode testar e mudar o que fica melhor para você. Tudo depende do resultado que busca: mais ou menos detalhes no traço dos fogos. Lembre-se sempre de posicionar-se bem para compor a sua foto e conseguir enquadrar o que deseja. Composição é fundamental…

Para quem está com celular, é preciso lembrar que o resultado não é muito satisfatório, pois eles não possuem capacidade de controlar abertura e nem velocidade do obturador. Porém, há aplicativos que podem forçar a criação de ajustes semelhantes aos do modo manual de uma máquina fotográfica, como o Top Camera e o Pro Camera. Vale a brincadeira. Lembre-se de seguir a mesma lógica explicada acima e estabilize o seu smartphone. Desligue o flash, tanto para celular quanto para câmera. E boas fotos!