Dica de foto: o que é ser uma fotógrafa profissional

A principal diferença entre um(a) fotógrafo(a) amador(a) e um(a) profissional é que o primeiro não tira o sustento basicamente da fotografia. Já o segundo, sim. E se um cliente não pagar, por exemplo, o calote pode significar prejuízos para o bolso do trabalhador. Afinal, fotógrafos têm uma profissão como uma outra qualquer, em que o trabalho é o que gera o rendimento, e possui contas para pagar. Não receber o combinado do cliente pode significar “não receber parte do salário”.

Muitas vezes é preciso trabalhar anos para sair do anonimato e conseguir mostrar a qualidade do serviço que presta. Até então, sábados, domingos e feriados que são sinônimo de descanso para muitos, é um dia de trabalho normal para um fotógrafo. Outro mito que se criou é que o fotógrafo só aperta um botão. É preciso muito mais do que isso para ser um bom profissional na área. Cursos, workshops, especializações são só alguns dos exemplos do que é preciso para se manter atualizado. No campo do lifestyle, área em que atuo, por exemplo, é necessário ter noções básicas de moda e maquiagem. Conhecer os itens essenciais de design para entregar um bom fotolivro, Photoshop e Lightroom, programas de edição e tratamento de imagem, ter conhecimentos sobre luz e cor, pesquisar muito para entender o que o público quer, já que há quem acredite não ser preciso contratar alguém para fazer fotos, já que qualquer um hoje tem uma câmera…

É preciso coragem e paciência para ser fotógrafo: 12h em pé em um casamento em que nem um lanche você recebe ou correr o risco de ter o equipamento danificado ou roubado em um show são alguns dos exemplos.  É comum ouvirmos “vai ter festa, leva a câmera”. Ou “você trabalha também ou só tira foto?”. Noites a fio tratando imagens para “deixar a pessoa mais bonita”. Ou então depois de anos de estudo, sua imagem ser modificada em aplicativos como o Instagram ou você simplesmente não receber o crédito pela imagem… Ahhh, sim, mas tem o lado bom: quando o cliente ama o resultado e fala para todo mundo, publicando inclusive nas redes sociais com o seu nome, coisa que facilita e muito na divulgação: isso sim não tem preço e vale qualquer esforço.