Restauração de fotografia: lembrança de uma bailarina

A menina desta foto já estudava ginástica rítmica desde bem pequenina. Porém, um dia sua mãe a viu chorando no banheiro: a garota, na época com 11 anos, queria ser bailarina. Niara ingressou então na escola de balé e passou a se dedicar à dança.

Apesar das muitas dores que sentia na ponta do pé, o amor pelas sapatilhas a fez insistir. Viajou e se apresentou por São Paulo, cada vez mais apaixonada. Nos sete anos dedicados exclusivamente ao balé, Niara cresceu e assistiu a várias apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro. Neste tempo, ela percebeu que começou tarde para se tornar a bailarina que gostaria de ser.

Apesar de ter que abandonar a dança e seguir outra profissão que lhe trouxesse estrutura para realizar novos sonhos, a memória desta época maravilhosa como bailarina rendeu esta belíssima foto. Porém, ela estava manchada pela ação do tempo. Com a restauração de fotografia, as manchas foram removidas. E a foto ganhou uma versão clássica em preto e branco.

A imagem estava em um quadro com as dimensões 45x60cm. Foi necessário levá-la para uma gráfica para ser escaneada. Ela foi digitalizada em partes e montada digitalmente. O resultado é possível de ser visto aqui.